Vestido de mulher, presidiário 'Gordito Lindo' foge de penitenciária do Paraguai; veja vídeo

Um presidiário saiu pela porta da frente da Penitenciária Nacional de Tacumbú, na capital do Paraguai, no fim de semana. César Ortiz, conhecido como "Gordito Lindo", vestiu-se de mulher, além de tampar o rosto com uma máscara. Considerado líder do Clã Rotela, Ortiz foi capturado horas depois pela Polícia Nacional. Nesta quarta-feira, ele foi transferido para outro complexo penitenciário.

Segundo o portal ABC, Ortiz se aproveitou de um dia de visita e entrou em um ambiente privado, onde se caracterizou como mulher: vestiu uma saia, colocou unhas postiças, peruca e anéis. Para passar pela porta da penitenciária, ainda carregou diversas bolsas e utilizou uma máscara.

O Ministério da Justiça do Paraguai anunciou a abertura de investigações internas na penitenciária de Tacumbú, bairro da capital Assunção, que também dá nome à cadeia. Mais de 20 agentes penitenciários teriam facilitado a fuga de Ortiz, o "Gordito Lindo", estão sob investigação.

Nesta quarta-feira, Ortiz foi transferido para a Penitenciária Nacional da cidade de Emboscada, a 40 quilômetros da capital Assunção.

Dentro da Penitenciária de Tacumbú, de onde fugiu, o clima é de tensão. Um preso, Rubén Darío Meza, 33 anos, teria sido assassinato por informar sobre a fuga do "Gordito Lindo".

— Nenhuma hipótese sobre a morte do preso Rubén Meza está descartada. Aguardam-se os resultados do laudo pericial — disse o ministro da Justiça Édgar Olmedo à rádio Universo 970 AM.

Com o clima tenso no interior do presídio na tarde de terça-feira, com tentativas de motim, a situação era normal nesta manhã, segundo Olmedo.

César Ortiz é acusado de associação criminosa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos