Viúva de presidente assassinado no Haiti retorna ao país (oficial)

·1 minuto de leitura
(2018) Jovenel e Martine Moise no Palácio Nacional, em Porto Príncipe

A viúva de Jovenel Moise, presidente assassinado no Haiti no último dia 7, retornou neste sábado ao país, após passar 10 dias em um hospital de Miami, nos Estados Unidos, para onde foi transferida a fim de tratar os ferimentos que sofreu no ataque, anunciou um funcionário.

Martine Moise, com o braço direito em uma tipóia e vestindo colete à prova de balas, foi saudada no aeroporto de Porto Príncipe pelo primeiro-ministro interino, Claude Joseph, informou no Twitter o secretário de Estado para as Comunicações, Frantz Exantus. Ela desembarcou em um avião particular, acompanhada de seguranças.

O funeral de Jovenel Moise será realizado no próximo dia 23, na cidade histórica de Cap-Haitien.

rg/dw/sw/rsr/dg/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos