Viaduto da Nove de Julho tem circulação total de carros liberada

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) liberou a circulação total de carros no viaduto Doutor Plínio de Queiroz, na avenida Nove de Julho, nesta sexta-feira (31).

Nesta nova etapa, o tráfego para carros no viaduto será totalmente liberado, sendo mantida a faixa exclusiva de ônibus à direita.

De acordo com a companhia, a decisão foi tomada após análises de campo apontarem que o viaduto encontra-se ocioso na maior parte do dia, enquanto o trânsito nas laterais e no entorno da Praça 14 Bis é prejudicado.

Em janeiro, o viaduto já tinha sido liberado para a circulação de carros compartilhados. Essa foi a primeira alteração viária da gestão João Doria (PSDB). Conforme a Folha de S.Paulo mostrou na época, o viaduto faz parte da rota do tucano para chegar à prefeitura

Antes, o viaduto era um corredor exclusivo de ônibus, após decisão de novembro de 2015, durante a gestão prefeito Fernando Haddad (PT).

A velocidade média dos ônibus ficou mantida em 26 km/h no pico da manhã no sentido Centro e em 23 km/h no sentido bairro no pico da tarde. Desde a liberação para a circulação de veículos compartilhados, o tráfego sobre o viaduto passou de 332 carros por hora para 879 carros por hora, no sentido centro, no pico da manhã, e de 170 carros por hora para 595 carros por hora, no sentido bairro, no pico da tarde. Por dia, cerca de 643 mil passageiros utilizam a via elevada, nos dois sentidos, segundo a CET.

Agentes da CET permanecerão no local para orientar os motoristas de carros e de ônibus.