Viagem da vice-presidente dos EUA a Hanói é adiada por 'incidente de saúde'

·1 minuto de leitura
A vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, conversa com o ministro das Relações Exteriores de Singapura, Vivian Balakrishnan (centro, à esq.), antes de seu embarque na Base Aérea de Paya Lebar, em Singapura, em 24 ago. 2021

O voo de Singapura para o Vietnã da vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, foi adiado por três horas nesta terça-feira (24), após a ocorrência de um "incidente de saúde anômalo" em Hanói - informou a embaixada americana na capital vietnamita.

A expressão "incidente de saúde anômalo" foi usada no passado para descrever a chamada "síndrome de Havana". Esta síndrome incluiria um conjunto de sintomas, como vertigem, náusea, ou problemas auditivos, que começaram a ser denunciados por diplomatas americanos em Havana, a partir de 2016. A origem desses problemas não foi estabelecido.

"A delegação de viagem da vice-presidente atrasou a saída de Singapura, porque o gabinete da vice-presidente foi alertado de um informe sobre um recente possível incidente anômalo de saúde em Hanói", declarou a embaixada em um comunicado.

"Depois de cuidadosa análise, a decisão tomada foi continuar a viagem da vice-presidente", completou a nota.

Harris é esperada no Vietnã, depois de uma parada de dois dias em Singapura, como parte de sua viagem pela região.

aph/ssy/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos