Vibra Energia cria joint venture com Copersucar para comercialização de etanol

·2 minuto de leitura
Frentista abastece carro com etanol em posto de bandeira Petrobras no Rio de Janeiro (RJ)

SÃO PAULO (Reuters) - A Vibra Energia, antiga BR Distribuidora, anunciou nesta segunda-feira que celebrou acordo com a Copersucar para a formação de uma joint venture que atuará como comercializadora de etanol (ECE), com estrutura de gestão independente.

Segundo fato relevante divulgado pela companhia, a Vibra irá adquirir da Copersucar ações representativas de 49,99% do capital social da ECE por 4,99 milhões de reais, enquanto a empresa do setor sucroalcooleiro manterá fatia de 50,01%.

Após as devidas aprovações da operação pelas autoridades competentes, as acionistas irão aportar na nova sociedade mais 440 milhões de reais para a entrada em operação da nova empresa.

"Com a entrada em operação da JV, esta passará a ser a responsável por adquirir o volume demandado pela Vibra, bem como por escoar a produção das usinas da cooperativa", disse a Vibra.

"Com isto, entendemos que os volumes totais de comercialização esperados para a JV a tornarão a maior comercializadora de etanol do Brasil e uma das maiores do mundo."

Atualmente, a Vibra movimenta entre 6 bilhões e 6,5 bilhões de litros de etanol, em sua atividade de distribuição. Já a Copersucar é uma sociedade responsável por comercializar entre 4,5 bilhões e 5 bilhões de litros do biocombustível produzidos pelas usinas vinculadas à cooperativa.

A ECE será livre para comprar etanol no mercado e não somente das usinas da Copersucar, bem como poderá vender etanol para outros clientes além da Vibra, incluindo outras distribuidoras, de modo a aumentar a sua capilaridade e abrangência no mercado de etanol, pontuou o comunicado.

"A formação da nova comercializadora de etanol deverá gerar ganhos de escala que viabilizarão maior competitividade e diversos tipos de sinergias nas operações, através de melhores controles operacionais, maior capacidade de carregos de estoque, monitoramento constante e visão ampla de todos os processos da cadeia em tempo real, entre outros."

A Vibra ainda disse que a iniciativa está alinhada com a pauta ESG (Ambiental, Social e Governança, na sigla em inglês) da companhia, uma vez que a JV deve desempenhar papel relevante no apoio à transição energética e à descarbonização da frota nacional de veículos leves.

(Por Gabriel Araujo e Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos