Vice-cônsul de Portugal no Rio diz que família de cônsul-geral assaltada na residência oficial está bastante traumatizada

·1 min de leitura

Depois que assaltantes invadiram a residência oficial do cônsul-geral de Portugal no Rio, sede do consulado, em Botafogo, renderam a família e funcionários, o vice-cônsul João Marco de Deus falou sobre o acontecimento e como está a família de Luiz Gaspar da Silva. Ele destacou que eles estão bem, mas que o episódio deixou todos abalados.

"Estão fisicamente bem, obviamente bastante traumatizados, como todos estaríamos, mas estão bem. Está tudo bem com a família do cônsul e não há o que reportar, quer com a família do cônsul quer com os funcionários”, disse o vice-cônsul em entrevista à agência de notícias portuguesa Lusa.

João Marco falou pessoalmente com o cônsul sobre o assalto à mão armada que aconteceu na madrugada do último sábado, por volta das 2h. Os bandidos invadiram a residência pela mata, onde agora a polícia busca pistas.

"Eu falei com o senhor cônsul-geral há coisa de meia hora e, portanto, posso confirmar que ele está bem e que houve infelizmente esse assalto e que o assalto foi à mão armada, por um grupo de homens, e o resultado disso há a lamentar o roubo de vários bens", completou ele para a agência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos