De vice para vice: Mourão envia mensagem a Alckmin e reconhece resultado da eleição

O atual vice-presidente da República, Hamilton Mourão, enviou uma mensagem de texto ao vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, nesta segunda-feira. Trata-se do primeiro contato de que se tem notícia entre representantes do alto escalão do governo com a chapa vencedora das eleições, encerradas ontem.

Até agora, entretanto, o presidente Jair Bolsonaro não se pronunciou sobre a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele não pretende telefonar para parabenizar o adversário, como manda o protocolo.

Na mensagem enviada a Alckmin, Mourão se colocou à disposição para contribuir com o processo de transição que envolva as questões da vice-presidente. Ele também avisou que o Palácio Jaburu, residência oficial dos vice-presidentes da República, estará aberto para que Alckmin e sua mulher, Lu Alckmin, conheçam o espaço.

O texto foi disparado até tarde. Até agora, porém, Alckmin não respondeu a mensagem de Mourão.

Flávio se manifesta

Mais cedo, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente, publicou uma mensagem afirmando que os apoiadores do presidente devem "erguer a cabeça" e não podem "desistir do Brasil". Foi sua primeira declaração após a derrota de seu pai para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição presidencial.

O parlamentar, que atuou como coordenador da campanha à reeleição do pai, também agradeceu os votos que ele teve, ressaltando que foi "a maior votação de sua vida".

"Obrigado a cada um que nos ajudou a resgatar o patriotismo, que orou, rezou, foi para as ruas, deu seu suor pelo país que está dando certo e deu a Bolsonaro a maior votação de sua vida! Vamos erguer a cabeça e não vamos desistir do nosso Brasil! Deus no comando!", escreveu o senador no Twitter.