Vice-prefeito de Kiev pede 200 mil máscaras de gás para ataque com armas químicas

·2 min de leitura
Vice-prefeito de Kiev pede 200 mil máscaras de gás para ataque com armas químicas (Foto: Alexey Furman/Getty Images)
Vice-prefeito de Kiev pede 200 mil máscaras de gás para ataque com armas químicas (Foto: Alexey Furman/Getty Images)
  • Vice-prefeito de Kiev pede 200 mil máscaras de gás para ataque com armas químicas

  • Segundo ele, devido à invasão em larga escala de tropas russas no território da Ucrânia, há uma ameaça de danos químicos à população do país

  • Organização já forneceu milhares de coletes à prova de balas, capacetes, veículos e kits de primeiros socorros de campo para as forças de Defesa Territorial da Ucrânia

O vice-prefeito da capital ucraniana Kiev, Volodymyr Bondarenko, enviou uma carta para o UFF (Ucraniano Freedom Fund) —organização sem fins lucrativos e que trabalha para adquirir materiais de defesa para as tropas do país— solicitando 200 mil máscaras de gás para proteger a população da Ucrânia de ataques russos com armas químicas. A informação é da CNN Internacional.

“Devido à invasão em larga escala de tropas russas no território da Ucrânia, há uma ameaça de danos químicos à população da Ucrânia e aos cidadãos de Kiev em particular”, escreveu o vice-prefeito.

“Em nome do prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, cidadãos do município de Kiev e da sociedade ucraniana, pedimos ajuda humanitária, principalmente na forma de equipamentos de proteção individual (respiradores, de acordo com os requisitos técnicos em anexo), para o centro de ajuda humanitária de Kiev”, completou.

Na semana passada, houve relatos não confirmados do uso de armas químicas em Mariupol. Segundo a CNN Internacional, autoridades dos Estados Unidos também alertaram que têm informações confiáveis ​​de que as forças russas podem usar uma variedade de agentes de controle de distúrbios, como gás lacrimogêneo misturado com agentes químicos, como forma de ataque.

“O risco de a Rússia realizar um ataque com armas químicas na Ucrânia ainda existe, mas a probabilidade não aumentou ou diminuiu nos últimos dias”, disse uma autoridade de inteligência americana.

No entanto, como o risco permanece, os ucranianos querem estar preparados. A organização está trabalhando na aquisição de máscaras de gás, e já forneceu milhares de coletes à prova de balas, capacetes, veículos e kits de primeiros socorros de campo para as forças de Defesa Territorial da Ucrânia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos