Vice-presidente da União da Ilha é assassinado

O vice-presidente da União da Ilha, Marcelo Vinhaes, assassinado a tiros

RIO - O vice-presidente da escola de samba União da Ilha do Governador, Marcelo Vinhaes, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira quando saía de um bar no bairro. Segundo testemunhas, dois homens encapuçados abriram fogo quando Vinhaes, que também era advogado criminalista, ia entrar em seu carro.

Segundo o jornal "Hora Um", da TV Globo, uma mulher que estava com a vítima também foi baleada, mas sobreviveu e está hospitalizada. O nome dela não foi revelado.

A União da Ilha do Governador, que foi rebaixada no carnaval deste ano, divulgaou uma nota informando do crime:

Nota oficial

Infelizmente a União da Ilha vem informar que o nosso vice-presidente Marcelo Vinhaes foi assassinado no início da madrugada desta sexta-feira, na esquina da Avenida Paranapuã, com a rua Pio Dutra, na Freguesia.

Estamos perplexos com o episódio que chocou todos os segmentos da escola.

Ao longo do dia voltaremos a nos manifestar.

A União da Ilha do Governador está de luto.