Vice-presidente de programa global de veículos do Uber renuncia

(Reuters) - O serviço de transporte urbano por aplicativo Uber Technologies informou nesta segunda-feira que o vice-presidente de programas globais de veículos, que desempenhou papel no projeto de carros autônomos da companhia, renunciou.

Nem a empresa, nem o executivo Sherif Marakby, informaram o motivo da saída. Vindo da Ford, Marakby havia se juntado ao Uber em abril do ano passado para ajudar no projeto de automóveis autônomos da companhia.

"Os carros autônomos são um dos desafios mais interessantes em que já trabalhei em minha carreira e sou grato por ter contribuído com o que em breve será um futuro mais seguro para todos", disse Marakby em comunicado enviado por email.

Ele é o mais recente em uma série de executivos de alto escalão que deixaram a companhia. O Uber foi abalado por uma série de acontecimentos recentemente, incluindo acusações de assédio sexual de uma ex-funcionária e um vídeo mostrando o presidente, Travis Kalanick, repreendendo severamente um motorista do serviço.

A empresa também foi processada pela unidade Waymo, da Alphabet, que a acusa de roubo de parte de sua tecnologia, uma acusação rejeitada pelo Uber.

Enquanto isso, a companhia busca um diretor operacional para ajudar Kalanick a administrar os negócios, reparar a imagem da empresa e melhorar a cultura.