Vices não aparecem em debate sem grandes confrontos

Debate entre candidatos à presidência da República, promovido pela TV GAZETA, na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), neste domingo (9). (Ronaldo Silva/Futura Press)

Por Natália André

São Paulo (SP) – No debate da TV Gazeta (com parceria com a Rádio Jovem Pan e o jornal O Estado de S. Paulo) deste domingo (9), poucos candidatos acompanharam os presidenciáveis. O PSOL, de Guilherme Boulos, e o PSDB, de Geraldo Alckmin, eram os partidos com mais representantes no auditório. Nem mesmo os candidatos à vice-Presidência do Brasil estavam presentes.

Ao final do feriado de 7 de setembro, sem Lula (PT), preso em Curitiba desde abril, e Jair Bolsonaro (PSL), ferido em Minas Gerais durante comício na quinta-feira (6), os presidenciáveis evitaram confrontos tensos e geraram poucas manifestações da plateia.

Tirando o momento final, das últimas considerações, quando os acompanhantes de Boulos e Alckmin bateram palma, o coordenador do MTST foi o único que tirou risos de grande parte do público que assistia de dentro do auditório da Avenida Paulista.

LEIA MAIS:
Sem Lula e Bolsonaro, Ciro, Marina e Alckmin evitam confronto
Vice de Bolsonaro diz que aliados fazem ‘oba oba’ durante visitas no hospital

O primeiro, em resposta a Alvaro Dias (Podemos) sobre economia e o papel dos bancos no Brasil, Boulos disse que “botar banqueiro controlando a economia é como colocar o Maradona para treinar a seleção brasileira para um jogo contra a Argentina”. E, depois, ainda criticando Henrique Meirelles (MDB), brincou: “não vou chamar o Meirelles, vou taxar o Meirelles”. Desta vez, o candidato do governo de Michel Temer (MDB) respondeu que sempre pagou seus impostos “com muito prazer”.

Falando em Meirelles, ao responder a pergunta de um internauta sobre desigualdade nos salários entre homens e mulheres, o presidenciável se confundiu e disse que era “absolutamente inaceitável mulheres ganharem mais que os homens na mesma função”. Ele não se corrigiu.

Ciro Gomes (PDT) também tirou risos da plateia, mas durante os intervalos, enquanto a TV Gazeta mostrava quem eram os candidatos que mais estavam chamando a atenção no Twitter. Ciro ficou na frente durante todo o evento. Nas quatro vezes em que a jornalista deu a notícia, Ciro dançou em comemoração. Alvaro Dias ficou em último o tempo todo.