A vida amorosa de Gisele Bündchen: entre Dicaprio, Tom Brady e mais, relembre os namoros da modelo

Com o fim do casamento de 13 anos com Tom Brady, a vida afetiva de Gisele Bündchen voltou para o centro dos holofotes. Principalmente, porque há um novo homem sendo apontado como affair da top model. E é um lutador brasileiro. Se é romance mesmo, a gaúcha ainda não confirma. Discreta, a postura é semelhante a forma em que ela já adotou com os romances do passado. A lista de corações que a bela já arrebatou inclui Rodrigo Santoro, Leonardo di Caprio e muitos outros. Relembre:

Scott Barnhill

Natural dos Estados Unidos, e renomado no mundo da moda, Scott foi um dos primeiros romances de Gisele a se tornar público. Quando ambos estavam com a carreira em ascensão, em 1998, estrelaram editoriais de moda juntos. A brasileira trouxe o namorado para conhecer o Brasil. "Finalmente encontrei alguém que entende minha vida", disse Gisele, em uma das entrevistas, sobre conciliar a rotina atribulada de viagens com a vida privada. O motivo do término entre eles não foi divulgado.

João Paulo Diniz

Filho do bilionário Abílio Diniz, João Paulo se envolveu com Gisele em 1999. Na época, ela tinha 19 anos e ele 36. Foi um romance de verão. Paparazzi flagaram os dois aos beijos na sacada da casa do empresário no Guarujá. Na época, o empresário não gostou de ter sido exposto com a supermodelo. "Sou tímido e fico na minha", disse ele. Diniz morreu em 31 de julho deste ano após um infarto.

Rodrigo Santoro

Santoro entra na lista também dos breve romances. Os dois foram flagrados juntos, em 2005, em um camarato tradicional no carnaval do Rio. Negaram o envolvimento. Mais tarde, colunistas de celebridades da época ouviram fontes que confirmaram a troca de beijos. Teve ainda quem relatasse que Rodrigo Santoro dizia para amigos que a relação "não tinha significado nada" para ele.

Leonardo di Caprio

Um dos namoros mais longos, Gisele e Di Caprio viveram um romance de idas e vindas entre 2000 e 2005. Em entrevista à "Vanity fair", quatro anos após o término, a top model disse que os dois estavam amadurecendo juntos, aprenderam muito sobre o que era um relacionamento, e foram descobrindo aos poucos que não nasceram para serem namorados um do outro. O término, disseram, foi amigável. Mais tarde, em seu próprio livro, Gisele revelou que tinha até ansiedade na relação, porque queria mudar os próprios hábitos. O astro de Hollywood não parecia tão disposto. Ela queria mudar seus hábitos de beber, fumar e trabalhar demais, diferente dele, que insistia em continuar o mesmo.

Rico Mansur

Entre um dos términos de Gisele e di Caprio, em 2002, a gaúcha engatou um romance com Rico Mansur. Rumores da época publicados no tabloide "The sun" diziam que o jogador de polo decidiu terminar o noivado com Isabelle Fiorentino para ficar com Gisele. Mas a nova relação não durou seis meses.

Kelly Slater

Em 2005, pouco depois de seu término definitivo com Di Caprio, Gisele iniciou um relacionamento com o surfista profissional premiado Kelly Slater. A veiculação do romance se deu após um flagra dos dois curtindo um momento a sós em uma praia. A relação não durou muito e os dois decidiram viver separados no início de 2006.

Ator Josh Hartnett

No mesmo ano, Gisele namorou brevemente o ator Josh Hartnett, conhecido por fazer parte do elenco da série "Penny Dreadful". Ele tinha acabado de terminar com Scarlett Johansson. O affair com Gisele também terminou em 2006.

Jogador de futebol americano Tom Brady

E se 2006 começava com grandes desilusões, o término do ano garantiu um bom presente. Gisele conheceu Tom Brady num "encontro às cegas", como ela disse. E sentiu um amor à primeira vista. Eles ficaram noivos três anos depois e construíram uma família. Juntos, tiveram Benjamin, de 12 anos e Vivian, de 9. Fruto de um namoro anterior, Brady já tinha um filho mais velho quando casou com Gisele, John, de 14 anos. Após 13 anos de união, o casal decidiu se separar neste ano. O motivo não foi revelado, mas fontes alegaram a chateação de Gisele ao ver Tom Brady desistindo da aposentadoria. A top queria que o marido se dedicasse mais à família.