Vídeo de ato em Brasília foi feito em 2020 e não tem ligação com o 7 de setembro

·1 minuto de leitura
Registro compartilhado no Twitter mostra protesto pró-Bolsonaro de 2020 e não tem ligação com os atos de 7 de setembro (Foto: Twitter/Reprodução)
Registro compartilhado no Twitter mostra protesto pró-Bolsonaro de 2020 e não tem ligação com os atos de 7 de setembro (Foto: Twitter/Reprodução)
  • Gravação compartilhada no Twitter é enganosa

  • Registro é de carreata pró-Bolsonaro de 2020

  • Yahoo! Notícias identificou peças de desinformação relacionadas aos atos previstos para amanhã

O Yahoo! Notícias têm monitorado conteúdos relacionados aos atos bolsonaristas previstos para acontecer amanhã, 7 de setembro. Ao analisar a hashtag #7deSetembroVaiSerGigante, usada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a reportagem já identificou o compartilhamento de um vídeo antigo que ao contrário do que usuários das redes sociais comentavam, não mostrava um comboio rumo aos atos de 7 de setembro.

Além disso, a reportagem verificou um áudio sobre a greve dos caminhoneiros, carta falsa atribuída à associação de supermercados que falava sobre uma possível crise de desabastecimento nos próximos dias e um post enganoso sobre um trem transportando veículos militares.

Leia também:


A reportagem identificou mais uma peça de desinformação compartilhada por apoiadores do presidente. Um tuíte publicado ontem, 5 de setembro, e que até o momento da publicação da reportagem tinha mais de 3 mil curtidas e 1.100 retuítes com a legenda: “Distrito Federal hj”, dava a entender que o registro teria sido feito no domingo.

A peça de desinformação analisada pelo Yahoo! Notícias é falsa. Por meio de uma busca reversa da thumb do vídeo a reportagem identificou que as imagens, na verdade, são de uma manifestação antidemocrática ocorrida em 3 de maio de 2020. Na ocasião, os bolsonaristas protestavam contra o então presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ou seja, não há nenhuma relação com os protestos marcados para amanhã em defesa do voto impresso e pela destituição dos ministros do STF.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos