Vídeo de Helder Barbalho é antigo e alerta sobre medidas contra a Covid-19 no início da pandemia

·1 minuto de leitura
Gravação feita em março de 2020 anunciava medidas restritivas para evitar circulação de pessoas e não tem relação com os atos do 7 de setembro (Twitter/Reprodução)
Gravação feita em março de 2020 anunciava medidas restritivas para evitar circulação de pessoas e não tem relação com os atos do 7 de setembro (Twitter/Reprodução)
  • Gravação foi feita em 2020

  • Na ocasião o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou a assinatura de decreto para evitar aglomeração e conter o avanço da Covid-19 no estado

  • A reportagem do Yahoo! Notícias identificou que o vídeo enganoso está sendo compartilhado no Twitter e no WhatsApp

Um vídeo em que o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), diz que as manifestações no estado não serão permitidas está sendo compartilhado de forma distorcida nas redes sociais. A reportagem do Yahoo! Notícias identificou que ao menos no Twitter e WhatsApp, apoiadores das manifestações favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) previstas para amanhã, 7 de setembro, estão replicando o conteúdo enganoso.

Leia também:

Em publicação no Twitter, um usuário compartilhou o vídeo com a seguinte descrição: “O gov do Pará @helderbarbalho se mostra um verdadeiro CANALHA ao usar a justificativa do vírus chinês tentando proibir o povo de usar o seu direito constitucional em se manifestar. O Brasileiro não tolera mais esse tipo de atitude tirânica!”.

O autor da publicação refere-se de forma pejorativa à Covid-19, doença infecciosa causada pelo vírus SARS-CoV-2 e identificada pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan em dezembro de 2019, e sugere que o vídeo foi produzido numa tentativa de impedir as manifestações bolsonaristas organizadas no dia do aniversário da independência do Brasil.

Por meio de uma busca reversa de imagens a reportagem verificou que, no entanto, o vídeo foi originalmente publicado em 27 de março de 2020 nas contas do Instagram e do Twitter do governador paraense e fazia um comunicado à população com as medidas restritivas adotadas pelo estado para conter o avanço da Covid-19. No registro, feito para anunciar a assinatura de um decreto para evitar aglomeração, Barbalho diz: “nós não permitiremos em nosso estado que sejam feitas manifestações, carreatas e outras aglomerações com o intuito de estimular que a sociedade paraense volte às ruas e com isto se exponha à contaminação do coronavírus”. Ou seja, o vídeo não possui nenhuma relação com os protestos marcados para 7 de setembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos