Vídeo de robô estranhamente humano choca internautas

·2 min de leitura
Engineered Arts - Reprodução/YouTube
Engineered Arts - Reprodução/YouTube
  • Similaridade gerou comparação com robôs do filme 'Eu, Robô'

  • Vídeo mostra robô realizando expressões faciais e mexendo seus braços

  • Ideia dos fundadores é que robô seja utilizado em testes de inteligência artificial

Divulgado nesta terça-feira (1), um vídeo da empresa britânica Engineered Arts apresentando seu robô está bombando nas redes sociais devido a sua similaridade com um ser humano. Aí está um robô que realmente faz jus a alcunha de humanóide.

O vídeo mostra o robô "despertando de um sono profundo" e reconhecendo seu próprio corpo. Apesar da movimentação perfeita, desde os braços até os olhos, por enquanto o robô é apenas isso: cabeça e braços.

Isto porque o robô ainda não possui membros inferiores nem a parte debaixo do tronco. Segundo a empresa, programar e executar sua caminhada é uma tarefa difícil.

Leia também:

Sua apresentação pública está marcada para janeiro de 2022, na Consumer Electronics Show (CES).

Segundo a empresa, ele tem como objetivo auxiliar o desenvolvimento de tecnologias de inteligência artificial e machine learning. Seu software pode ser sempre atualizado de acordo com os desejos do dono.

Além disso, não é necessário comprar o robô inteiro. Se seu projeto demanda somente a cabeça ou o braço, é possível fazê-lo funcionar assim. Seus dados ficam na nuvem, sempre à disposição remotamente.

Reações dos internautas

A maior parte dos internautas se mostrou admirada ou assustada com a novidade. Alguns não acreditaram que tamanha suavidade na movimentação fosse possível, e disseram se tratar de computação gráfica.

Outros compararam o robô com aqueles do filme "Eu, Robô", que conta com o ator Will Smith. No final os robôs tentam uma revolução e subjugar a humanidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos