Vídeo em que Felipe Neto afirma que votaria em Bolsonaro não é de 2022

O youtuber Felipe Neto em evento que ocorreu em 2018 (Mauricio Santana/Getty Images)
O youtuber Felipe Neto em evento que ocorreu em 2018 (Mauricio Santana/Getty Images)
  • Usuários compartilham gravação e alegam que o YouTuber Felipe Neto declarou voto em Bolsonaro em 2022

  • Mas vídeo viralizado foi ao ar em 2017

  • Desde então, o YouTuber tem se posicionado contra o Jair Bolsonaro (PL)

Uma filmagem em que o YouTuber Felipe Neto afirma que poderia votar em Bolsonaro em um possível embate contra o ex-presidente Lula (PT) circula nas redes sociais com mais de 11 mil compartilhamentos. Usuários dão a entender que o vídeo se refere às eleições de 2022. No entanto, a entrevista é de 2017 e, desde então, ele tem se posicionado contra ao atual presidente.

Captura de tela de publicação no TikTok (Reprodução)
Captura de tela de publicação no TikTok (Reprodução)

Uma busca pelas palavras-chave "Rica Perrone Felipe Neto" no YouTube, direcionou a um vídeo publicado em junho de 2017. Na gravação, Felipe Neto, de fato, afirma que acredita que votaria em Jair Bolsonaro em um eventual segundo turno contra Lula.

No entanto, após o episódio, o influenciador tem se oposto a Bolsonaro. Em 2021, ele declarou voto contrário ao atual presidente em sua conta no Twitter: "votarei em quem for p derrotar Bolsonaro".

Em uma entrevista dada pelo influenciador em abril de 2021, afirmou que "estava errado" sobre o ex-presidente e o processo de impeachment em 2016.

O que diz Felipe Neto

À reportagem do Yahoo! Notícias, a assessoria de imprensa de Felipe Neto enviou uma nota em que ele afirmou não mais se identificar com o posicionamento do vídeo: "sua opinião de 2017 reflete um Felipe de outra época, que foi totalmente dominado pelo antipetismo [...]. De lá para cá, o comunicador já concedeu inúmeras entrevistas em que falou o quanto se arrependeu dessa época".

Na nota, ele também se posicionou contra o atual presidente: "Felipe Neto destaca que não é petista. Ele acredita que o país poderia se beneficiar com outros caminhos, mas afirma que é realista e [...] que este ano seu voto será no candidato que estiver em oposição ao Bolsonaro, o que tudo indica que será o Lula".

Conteúdo semelhante foi analisado pelo Boatos.org.