Vídeo engana ao afirmar que banqueiros apoiam Lula por supostos prejuízos ao setor

Vídeo que mostraria suposto apoio de banqueiros a Lula é enganoso (AP Photo/Andre Penner)
Vídeo que mostraria suposto apoio de banqueiros a Lula é enganoso (AP Photo/Andre Penner)

ENGANOSO: São enganosas as afirmações do vídeo em que a candidata a deputada federal e empresária Tati Mandelli (Republicanos-BA) atribui um jantar do candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com banqueiros e empresários a uma reação a políticas do governo Jair Bolsonaro (PL). O argumento dela, de que o governo atual teria promovido a inclusão bancária e aberto a concorrência, reduzindo o lucro dos bancos, não se sustenta: o Pix foi criado pelo Banco Central (BC), o Auxílio Emergencial, pelo Congresso, e o lucro dos bancos aumentou.

Conteúdo investigado: Vídeo em que a candidata afirma que banqueiros se reuniram em um jantar com Lula. Segundo Mandelli, o encontro seria uma reação à inclusão bancária gerada por Jair Bolsonaro com o Auxílio Emergencial e o Pix.

Onde foi publicado: Kwai, YouTube, Instagram e WhatsApp

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Conclusão do Comprova: São enganosas as afirmações do vídeo em que Tati Mandelli cita um jantar de Lula com banqueiros e diz que a reunião foi motivada pela reação dos bancos frente à uma suposta inclusão bancária promovida por Bolsonaro, com o Auxílio Emergencial e o Pix.

Verificado por: Correio Braziliense, Plural, Zero Hora, Piauí, A Gazeta, O Popular, Veja, SBT, SBT News, O Dia e Correio do Estado.