Vídeo mostra ex-jogador do Boca em briga com torcedor do River

Confusão aconteceu na manhã do último dia de 2022, mas a notícia só veio à tona nesta quinta-feira (12)

Pablo Ledesma é ídolo do Boca Juniors e se envolveu em confusão com torcedor do rival River Plate. Foto: Gabriel Rossi/LatinContent via Getty Images
Pablo Ledesma é ídolo do Boca Juniors e se envolveu em confusão com torcedor do rival River Plate. Foto: Gabriel Rossi/LatinContent via Getty Images

Um caso de agressão envolvendo o ex-jogador do Boca Juniors Pablo Ledesma está movimentando o noticiário na Argentina. Tudo aconteceu na manhã do último dia de 2022, mas a notícia só veio à tona nesta quinta-feira (12), quando José Octavio Gauna acusou o ex-atleta de agressão e lesões no Ministério Público da Villa Cura Brochero, em Córdoba.

Segundo denúncia que Gauna apresentou 12 dias após o ocorrido, ele caminhava com a esposa, as duas filhas (uma de oito anos e a outra de cinco) e o irmão pelo centro de Mina Clavero, centro turístico no Vale de Traslasierra na província do Mediterrâneo.

Leia também:

Em determinado momento, quando ele estava parado em uma esquina com sua família esperando os carros passar para atravessarem a rua, um grupo de homens se aproximou dele onde reconheceu o ex-campeão mundial com o Boca, Pablo Ledesma, que viu uma tatuagem no braço direito do torcedor do River Plate com a Taça Libertadores de 2018 com a data 9/12 .

Nesse momento, o ex-jogador de futebol teria começado a a cantar músicas da torcida do provocando o River. Ele respondeu com um sorriso e disse: "Essa você não vai mais esquecer".

Foi quando a briga começou: Ledesma reagiu mal à resposta, empurrou-o, seus amigos que segundo a denúncia eram nada menos que seis vieram e começaram a bater nele e quando sua esposa e irmão foram defendê-lo, também foram atacados.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No escrito do tribunal, os advogados que representam Gauna afirmam que o espancamento foi por todo o corpo e causou danos na região da mandíbula, um corte no rosto, escoriações nas costas e dores agudas nos rins.

Sua esposa também ficou com marcas no rosto e em um dos seios, enquanto seu irmão foi atingido na bochecha direita.

Vídeos da confusão estão correndo pelas redes sociais enquanto o Ministério Público busca testemunhas que possam contar os motivos que incitaram a confusão.