Vídeo mostra homem balançando bandeira nazista em prédio de Florianópolis; polícia investiga o caso

·2 minuto de leitura
  • Vídeo mostra homem balançando a bandeira nazista em varanda de prédio em Florianópolis

  • Polícia informou que está investigando o caso, assim como o Ministério Público

  • Prefeito da cidade condenou a atitude e prometeu esforço para combater a apologia ao nazismo

Um vídeo que ganhou as redes sociais no fim de semana mostra um homem balançando uma bandeira nazista na varanda de um prédio no centro de Florianópolis-SC. O episódio teria acontecido na noite da última sexta-feira.

Segundo o UOL, a Polícia Civil abriu uma investigação para identificar o responsável pelo ato. De acordo com o órgão, a apuração ocorre em sigilo.

Leia também

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) também está acompanhando o caso e ressaltou a possibilidade de "pena de reclusão de um a três anos e multa para quem fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo".

O MPSC explicou que o vídeo está sendo analisado pelo Núcleo de Enfrentamento aos Crimes de Racismo e Intolerância (Necrim), criando no ano passado para identificar e combater este tipo de manifestação no estado. “A propagação do ideário nazista e o racismo são crimes que precisam ser combatidos com firmeza", resumiu.

Homem foi flagrado sacudindo bandeira nazista - Foto: Reprodução/Facebook
Homem foi flagrado sacudindo bandeira nazista - Foto: Reprodução/Facebook

“Nazistas não são bem-vindos”, diz prefeito

A repercussão do vídeo fez com que o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), viesse a público manifestar-se. Ele condenou a apologia ao nazismo e disse ter recebido informação de que o responsável pelo ato “tem problemas psiquiátricos”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Sobre o ato nazista, registrado em vídeo, recebi informação de que o suposto autor tem problemas psiquiátricos e que a família já está intervindo. Solicitei ao meu secretário de Segurança investigação com autoridades competentes. NAZISTAS NÃO SÃO BEM-VINDOS EM FLORIANÓPOLIS”, escreveu no Twitter.

Loureiro ainda prometeu esforço “para combater esse tipo de ação”. “A investigação definirá se é mesmo psiquiátrico ou desvio de caráter, ou os dois. Enquanto prefeito, e HUMANO, vou trabalhar sempre p/ combater esse tipo de ação. Jamais usar ódio p/ combater ódio. Pq é de ódio q se alimentam os extremistas. Toda essa repercussão negativa sobre o caso demonstra que a nossa cidade não tolera nazismo.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos