Alemanha busca julgamento de ex-guardas de Auschwitz

O escritório alemão que investiga crimes cometidos durante o nazismo recomendou a abertura judicial de 30 casos contra supostos ex-guardas do campo de extermínio de Auschwitz, na Polônia ocupada.