Brahimi traça cenário sombrio para Síria

AFP24 de setembro de 2012

O emissário da ONU e da Liga Árabe, Lakhdar Brahimi, afirmou nesta segunda-feira no Conselho de Segurança que não há, por enquanto, ‘um novo plano de ação’ para resolver a crise síria. Ao se referir à proposta de seis pontos apresentada por Kofi Annan, seu antecessor, o diplomata ressaltou que esse plano ainda é ‘o melhor caminho’ a ser seguido.Para Brahimi, o cenário na Síria é ‘sombrio’.SONORA - Lakhdar Brahimi – enviado especial da ONU"Penso que há consenso sobre o fato de que a situação na Síria está extremamente ruim e fica pior a cada dia. Esta situação não é apenas uma ameaça para o povo sírio, é uma ameaça para toda a região e à paz internacional."Brahimi afirmou no Conselho que a tortura de prisioneiros se tornou um hábito e que os sírios têm medo de ir para os hospitais, controlados pelas as forças do regime. O discurso ocorreu na véspera da abertura da 67 Assembleia Geral das Nações Unidas.Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, nesta segunda-feira pelo menos 7 crianças morreram por causa de um ataque das tropas do governo do presidente Bashar al-Assad.Ainda de acordo com a ONG, no total 76 pessoas foram mortas em todo o país, incluindo 44 civis.--------UNITED NATIONS, SEPTEMBER 24, 2012, SOURCE: UNTV**NO RESALE for non-editorial purposes**- German Ambassador Peter Wittig and UN-Arab League Special Envoy Lakhdar Brahimi at stakeoutFILE, UNITED NATIONS, SOURCE: UNTV**NO RESALE for non-editorial purposes**- Cutaway of video camerasDAMASCUS, SYRIA, SEPTEMBER 15, 2012, SOURCE: UNSMIS**NO RESALE for non-editorial purposes****NOTE: images without sound**- VAR of Brahimi meeting with Syrian President Bashar al-Assad