Cambridge Analytica nega ter infringido a lei

A empresa britânica Cambridge Analytica se defendeu das acusações contra o alegado uso indevido de dados pessoais de 90 milhões de usuários do Facebook.