Confrontos em Santiago

Milhares de estudantes de universidades e escolas do Chile voltaram às ruas nesta quinta-feira, na primeira manifestação da categoria neste ano contra projetos de lei que aumentam as sanções por violência estudantil e o endividamento por crédito educativo, promovidos pelo presidente Sebastián Piñera.