Equipe de diálogo do ELN espera que governo garanta retorno

O Exército de Libertação Nacional, o ELN, atacou uma escola de polícia na Colômbia em represália a ações militares do presidente Iván Duque, afirmou nesta segunda-feira, em Havana, o chefe da missão negociadora do grupo, Pablo Beltrán. Ele concedeu uma entrevista exclusiva à agência France Presse.