À espera de um milagre

AFP

Trabalhadores de uma empresa americana que fabrica autopeças em Illinois pedem um milagre.Mas o pedido não é feito a nenhum santo e sim ao candidato republicano à Casa Branca, Mitt Romney.Eles trabalham nesta fábrica, onde estão acampados. A empresa está prestes a fechar as portas porque vai se mudar para a China. A fábrica, localizada na pequena cidade de Freeport, foi comprada em janeiro de 2011 pela Bain Capital, um fundo de investimento criado por Romney.SONORA 1 - Tom Gaulrapp – empregado "Queremos um milagre. Pedimos que Romney venha a Freeport e veja o que está fazendo a esta comunidade. Queremos que ele faça contato com amigos que administram o fundo e diga que esta medida é absolutamente errada. Assim vamos salvar nossos empregos. Queremos esse milagre."O candidato republicano prometeu criar 12 milhões de empregos. Os funcionários da fábrica querem salvar 170 postos de trabalho. A economia é uma questão-chave na campanha presidencial americana. Os Republicanos criticam o presidente Barack Obama por causa da elevada taxa de desemprego. Já os democratas afirmam que durante a carreira de Romney no setor privado como executivo do fundo de investimento, o candidato criou muitos empregos, mas em empresas fora dos estados unidos.-----------FREEPORT, ILLINOIS, SEPTEMBER 19, 2012, (SOURCE: AFPTV)- MS - sign outside protest camp reading "Welcome to Bainport -- A Taste of the Romney economy"- WS - a car leaving the Sensata plant drives past the protest camp- MS - workers Tom Gaulrapp and Mark Schreck fixing a tent blow over by strong winds.- WS - workers Tom Gaulrapp and Mark Schreck fixing a tent blow over by strong winds.- CU - protest sign on fence- WS - Tom Gaulrapp, 53, who worked at the plant for 33 years.- CU - protest signs on fence- WS - protest sign on fence with Sensata plant in the background- WS - Sensata plant and sign.- MS - Freeport mayor George Gaulrapp Bain workers beg Romney not to send jobs to China by Mira Oberman