Ex-guerrilheiro condenado

O ex-guerrilheiro congolês Bosco Ntaganda foi condenado pelo Tribunal Penal Internacional de Haia nesta quinta-feira. Os 30 anos de prisão dados por crimes de guerra contra a humanidade são a pena mais expressiva da história da instituição.