‘Foi um ataque brutal’

Soldados venezuelanos mataram duas pessoas e deixaram outras 15 feridas nesta sexta-feira perto da fronteira com o Brasil. A informação é atribuída a uma ONG. A ação se deu quando a população tentou impedir o fechamento de pontos de passagem clandestinos.