História renovada

O governo chinês renovou nesta quinta-feira (22) o acordo histórico com o Vaticano sobre a nomeação dos bispos, apesar das advertências do Governo dos Estados Unidos, que denuncia a repressão sofrida pelos católicos da China.