Hollande adverte Síria

AFP27 de agosto de 2012

SCRIPT:O presidente francês, François Hollande, declarou nesta segunda-feira que o uso de armas químicas por parte do regime sírio contra os rebeldes seria uma causa de intervenção da comunidade internacional no país.Sonora 7: François Hollande, Presidente da França“Nós nos mantemos muito vigilantes com nossos aliados para prevenir o uso de armas químicas pelo regime sírio, que seria para a comunidade internacional uma causa legítima da intervenção direta".Durante a abertura em Paris de uma conferência anual que reúne cerca de 200 embaixadores franceses, o chefe de estado comentou os vetos da Rússia e da China contra resoluções e sanções das Nações Unidas à Síria.Sonora 1: François Hollande, Presidente da França"Digo para a Rússia e para a China que, na crise síria, a atitude dos dois países enfraquece nossa capacidade de cumprir o mandato que a Carta das Nações Unidas nos confiou".Sonora 5: François Hollande, Presidente da França“A França apela à oposição síria para que constitua um governo provisório e representativo, que possa se tornar o legítimo representante da nova Síria. Nós nos comprometemos com nossos parceiros árabes a acelerar o processo. A França vai reconhecer o governo provisório da nova Síria quando ele for formado”.Na semana passada, o presidente americano, Barack Obama, alertou o regime de Bashar al-Assad que, ao recorrer a armas químicas, o governo sírio cruzará uma "linha vermelha", e ameaçou intervir militarmente caso isso aconteça.PARIS, FRANÇA, 27 AGO 2012. Fonte: POOL/ NO RESALE/ PROIBIDA A REVENDA COM FINS NÃO EDITORIAIS- Imagens de Hollande discursando na conferência de embaixadores.