Homenagens ao professor decapitado

A França presta homenagem nesta quarta-feira ao professor de ensino médio Samuel Paty, que se tornou um símbolo da liberdade de expressão no país, depois de ser decapitado em 16 de outubro por um extremista islâmico por ter mostrado charges do profeta Maomé a seus alunos.