Irlanda promete crescimento econômico na presidência da UE

AFP28 de dezembro de 2012

A Irlanda vai aproveitar a reputação de boa aluna na aplicação de cortes dos gastos para promover o crescimento quando assumir o comando da União Europeia, a partir de primeiro de janeiro. De acordo com o ministro de Relações Exteriores e Comércio, Eamon Gilmore, o objetivo do país na presidência será impulsionar medidas que promovam o emprego e o crescimento econômico. A economia irlandesa, cujo rápido crescimento no passado rendeu ao país o apelido de "Tigre Celta", foi devastada na crise financeira de 2008 pela grande exposição de seus bancos às hipotecas subprime dos Estados Unidos. O governo decidiu então resgatar as instituições financeiras, o que aumentou, em 2010, para 32% do PIB, o déficit público. Por causa da desconfiança gerada pelo acúmulo de dívida, as taxas de juro exigidas pelos investidores para comprar títulos da dívida subiram excessivamente e levaram o governo a pedir o resgate financeiro.-----------------------------------------------------------DUBLIN, MAY 30, 2012. SOURCE: AFTPV-GV river Liffey in Dublin -MS pedestrian bridge across river -GV people and Irish flag -GV river Liffey -GV buildings on banks of river -TILT street to Yes and No vote signs -CU No vote sign as image of ball and chain -TILT CU Yes vote sign -VAR 'How much more austerity can you take' sign with bridge behind -MS man (begging and asleep) on pedestrian bridge -GV pedestrians on bridge -VAR Guinness sign -GV street scene -GV road with National Irish BankBRUSSELS, BELGIUM, 12 OCTOBER 2012. SOURCE: AFPTV-VAR European Council-VAR European Commission