Israel contra o ‘perigo’

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou nesta quarta-feira que os israelenses devem evitar que um ‘perigoso partido anti-sionista’ chege ao poder. A declaração ocorre um dia depois de o país registrar um empate nas últimas eleições legislativas, a segunda em cinco meses.