Mais confrontos no Equador

Depois de mais um dia de protestos no Equador, o presidente Lenin Moreno decretou toque de recolher para proteger os prédios públicos. Um grande protesto está previsto para quarta-feira.