Mais mortos e uma praça de guerra

Subiu para sete o número de mortos em decorrência dos protestos contra medidas do governo chileno, neste domingo. Em um país completamente paralisado, novos protestos são esperados para a segunda-feira.