Moda praia alternativa

AFP7 de agosto de 2012

Em plena praia, estas modelos, nos Estados Unidos, nem pensam em tirar a roupa para mergulhar.Elas estão usando uma nova tendência da moda.A coleção tem como representante Judith Lederman que, como uma judia conservadora, não deve mostrar partes do corpo acima dos cotovelos e joelhos. Mas, para ela, a religião não é o único motivo dos trajes.SONORA 1 – Judith Lederman, porta-voz da HydroChic:“Chega uma hora em que as pessoas não querem mostrar mais nada. Muitas estão mais gordinhas, só que tem um mercado para elas. Algumas chegam inclusive a não querer ir à praia”.Outra especialista no ramo, Regine desenha modelos para uma marca no Brooklyn. Ela diz que foi a primeira a criar uma roupa especial para o banho de praia para as mulheres que antes se cobriam com camisetas. SONORA 2 – Regine Tessone, designer e proprietária da Aqua Modesta:“O algodão absorvia muita água, então ficava pesado. Demorava demais para secar”.As criações de Regine estão vendendo mais do que nunca. A novidade preenche uma lacuna no mercado. Ainda assim, a maioria das mulheres não quer esconder o corpo.Sonora 3 - Barbara Kerin, professora em um instituto fashion: “O biquíni ainda é o número um e o maiô vem depois”.Quem gosta de se bronzear, concorda. Povo-fala: “Não usaria tanta roupa porque não conseguiria tomar sol, e é por isso que venho à praia”.Motivos pessoais à parte, o importante é que cada pessoa se sinta bem. A moda, agora, é para todos os gostos. --------------------FICHA TÉCNICA:CEDARHURST, MANHATTAN E BROOKLYN, NY.02,09-10/07/12FONTE: AFPTVImagem de modelos passeando na praia e sendo fotografadas;Imagem de Judith Lederman com modelo;Imagem da modelo sendo fotografado dentro de uma loja;Imagem de Regine Tessone olhando para os esboços das roupas e mostrando uma peça criada por ela;Imagem de Bárbara Kerin folheando uma revista de moda;Imagem de jovens na praia;Imagem de modelos posando nas pedras.