Mujica: não haverá ‘turismo da maconha’

AFP

O presidente do Uruguai, José Mujica, afirmou que não vai aceitar um ‘turismo da maconha’, caso a venda e o consumo da droga sejam regulamentados no país.SONORE 3 - José Mujica, président de l'Uruguay (espagnol, 32 sec):“Prefiro que um Estado assuma o controle e diga: você é consumidor, vai fumar 20 cigarros ou 25 por mês. Se você quer consumir mais, cuidado porque poderá ser internado em um hospital. Tudo de forma clara. Não podemos tratar os usuários como delinquentes. Eles são doentes. Estamos fartos de hipocrisia.” Um projeto de lei do governo enviado ao Parlamento em agosto pretende ‘tirar’ do narcotráfico parte do mercado do entorpecente e tratar os consumidores. SONORA 1 – José Mujica, presidente do Uruguai - "O que estamos propondo não necessariamente é uma receita que vai nos livrar desta praga, que se chama narcotráfico. O que queremos é experimentar outros caminhos. E para gente uma coisa importante é tentar tomar o mercado deles”. A proposta é que a venda de maconha seja feita através do sistema de saúde do Uruguai mas com total controle do Estado. Para Mujica, as outras formas de enfrentar o narcotráfico, como aumento da repressão, não são eficazes.SONORE 2 - José Mujica, presidente do Uruguai –O que avaliamos é que esta guerra que leva a um só caminho está significando o triunfo do narcotráfico no mundo inteiro. Essa batalha tem 40 anos. Aonde vamos parar?O presidente afirmou ainda que vai tentar fazer com que a maconha tenha "rastreabilidade" para dificultar a venda ao exterior. --------------MONTEVIDEO, URUGUAY, 5 SEPTEMBRE 2012, SOURCE: AFPTV FEDERICA NARANCIO (ACCESS ALL)- plans de coupe du président uruguayen au palais présidentiel sur la place de l'indépendance de Montevideo. Sur une photo, l'épouse du président Lucia Topolansky