Opositor egípcio condenado por insulto a Mursi

Um tribunal do Cairo sentenciou a seis meses de cadeia um jovem opositor que teria insultado o presidente Mohamed Mursi. A queixa foi aberta por um membro do partido do líder islamita, que diz ter se sentido pessoalmente insultado com as declarações de Ahmed Duma. O veredicto gerou tumulto dentro da corte.