OTAN sofre de 'morte-cerebral’

O presidente francês, Emmanuel Macron, declarou em entrevista para a revista The Economist que a OTAN se encontra em estado de ‘morte-cerebral’. A chanceler alemã Angela Merkel respondeu, no mesmo dia, e afirmou que não concorda com as declarações do líder, a pouco menos de um mês de uma reunião de cúpula da Organização.