Prisioneiro americano libertado em Caracas

O governo da Venezuela confirmou a libertação do americano Joshua Holt, mórmon preso há dois anos com sua mulher por acusações de espionagem e posse de armas de guerra, em um "gesto" que espera despertar um diálogo entre Caracas e Washington.