Regime sírio se diz aberto a negociar renúncia de Assad

AFP21 de agosto de 2012

Em Moscou, o vice-primeiro-ministro sírio, Qadri Jamil, mencionou nesta terça-feira a possibilidade de negociar uma renúncia do presidente Bashar al-Assad para pôr fim ao conflito no país. SONORA 2: Qadri Jamil, vice-primeiro-ministro sírio "Durante o processo de negociação, podemos analisar todas as questões e estamos prontos a considerar esse ponto.”Porém, Jamil afirmou que fazer da renúncia uma condição para manter um diálogo significa que “nunca poderá haver tal diálogo”. O Departamento de Estado americano mostrou ceticismo sobre o pronunciamento do vice-primeiro ministro. Em Paris, o presidente do Conselho Nacional Sírio, Abdel Baset Sayda, afirmou que a principal força da oposição na Síria estuda a formação de "um governo de transição".SONORA 1 - Abdel Basset Sayda - líder do Conselho Nacional Sírio "O Conselho Nacional Sírio está estudando a formação de um governo de transição, que inclua todas as minorias.”Sayda fez as declarações depois de se reunir com o chefe de Estado francês, François Hollande, no Palácio do Eliseu.-----------MOSCOU, RÚSSIA, 21/08/2012, fonte: AFPTV- Várias imagens de Qadri Jamil. PARIS, 21/08/2012. (FONTE: AFPTV)- François Hollande, presidente da França, e autoridades do Conselho Nacional Sírio.