Sánchez exige condenação de violência

Depois de três dias de manifestações contra pela condenação de líderes separatistas, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, pediu que autoridades catalãs condenem a violência nos protestos na região.