Vídeos postados no TikTok incentivam usuários a perseguirem seus parceiros

Vídeos postados no TikTok incentivam usuários a perseguirem seus parceiros
Vídeos postados no TikTok incentivam usuários a perseguirem seus parceiros
  • Os vídeos ensinam como perseguir secretamente parceiros por meio de iPhones;

  • Os clipes acumulam milhões de visualizações;

  • Especialista diz que a perseguição coloca a vida das pessoas em risco.

Os vídeos dentro do TikTok que incentivam as pessoas a perseguir secretamente seus parceiros usando seus iPhones atingiram o status de viral dentro da plataforma. Em reportagem feita pelo The Sun, instituições de caridade de abuso doméstico disseram que os clipes, que acumulam milhões de visualizações, estão colocando a vida das pessoas em perigo.

Os vídeos podem se espalhar na plataforma sem verificação, apesar do TikTok proibir conteúdo que incentive a perseguição.

O TikTok, uma plataforma de vídeo de propriedade da empresa chinesa ByteDance, é um destino popular para pessoas que procuram dicas e truques de tecnologia.Os criadores frequentemente se tornam virais ao destacar recursos pouco conhecidos do iPhone ou Android para os espectadores experimentarem.

No entanto, uma tendência entre os informantes de gadgets é colocar as pessoas em risco de abuso ao ensinar os espectadores a perseguir seus parceiros. Os vídeos oferecem tutoriais passo a passo para rastrear o paradeiro de uma namorada ou namorado usando seu smartphone.

Em sua maioria, os vídeos mostram como descobrir onde alguém esteve acessando dados de localização armazenados em seu dispositivo iOS ou Android.Os uploads apresentam títulos como “rastreando o iPhone para perseguir sua namorada” e “como pegar um parceiro infiel”.

Uma pesquisa superficial na plataforma traz vários uploads com dicas semelhantes. Um desses vídeos acumulou um total de 380.000 visualizações, um outro tem mais de um milhão de visualizações.

Ruth Davison, CEO da instituição de caridade Refuge, disse que a perseguição é uma forma “insidiosa” de abuso que coloca a vida das vítimas em risco. Ela pediu que o TikTok e outras plataformas de mídia social fossem mais proativas na remoção de conteúdo de abuso.

“A Refuge apoia mulheres todos os dias que foram assediadas, perseguidas, controladas e intimidadas por seus parceiros ou ex-parceiros que estão usando a tecnologia para cometer abusos. “As empresas de mídia social que permitem que esse tipo de conteúdo seja colocado e permaneça online estão colocando a vida das mulheres em perigo,” afirmou Davison

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos