Vinícola gaúcha Dal Pizzol vai vender vinhos de safras antigas

A vinícola gaúcha Dal Pizzol lançou a Enoteca Atilio Dal Pizzol, que é a venda de uma limitada seleção de vinhos de safras antigas. O primeiro lote conta com apenas 30 garrafas de colheitas de 1982 a 1999, para colecionadores ou interessados em desvendar os arromas e sabores de rótulos históricos.

— O grande objetivo desta iniciativa é proporcionar ao consumidor a possibilidade de adquirir estes vinhos que fazem parte da nossa história, bem como da história do vinho no Brasil, pois somos a única empresa a ter um acervo de vinhos desde seu início em 1978 — diz o enólogo Dirceu Scottá.

Essa reserva teve início em 1977 e recebeu o nome do patriarca da família e fundador da vinícola junto com seus filhos. As safras mais representativas foram selecionadas e passaram a fazer parte do proejto.

A Dal Pizzol frisa que, quando os vinhos são armazenados adequadamente, com o passar dos anos suas características tornam-se únicas, e cada garrafa se transforma em um tesouro histórico-cultural. Atilio Dal Pizzol, também chamado de Nono Atilio, foi ao longo de sua vida escolhendo rótulos da marca e os guardando cuidadosamente para que fossem preservadas pelo tempo.

A garrafa terá uma dedicatória com o nome do comprador e virá com saca-rolhas e um manifesto com a história da enoteca.

Os preços variam de R$600 a R$ 1,5 mil por garrafa levando em consideração a safra e a quantidade limitada do vinho.

A compra dos vinhos pode ser feita pelo WhatsApp (54) 9 9938.4681 ou na própria vinícola, no Parque Temático do Vinho Dal Pizzol, onde é possível fazer uma visita exclusiva para escolher sua própria garrafa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos