Vinhos de Portugal: Jantar inspirado em cardápio da família imperial celebra bicentenário da Independência no Paço

O Paço Imperial foi cenário de um jantar que reuniu portugueses e cariocas em volta de um menu inspirado no cardápio da família imperial na noite desta quinta-feira (2). Os chefs com estrelas no Guia Michelin Rafa Costa, carioca, e Pedro Pena Bastos, português, comandaram uma releitura contemporânea de entradas, aperitivos e pratos servidos nas refeições da Corte brasileira no século XIX. O encontro à mesa teve sabor histórico: integra as comemorações do bicentenário da Independência. E o embaixador de Portugal, Luís Faro Ramos, foi o anfitrião da noite. O evento também celebrou a nona edição do Vinhos de Portugal, que acontece de hoje a domingo no Rio, e de 9 a 11 em São Paulo.

Vinhos de Portugal: evento ocupa o Jockey Club do Rio de sexta a domingo

Ingressos à venda: Vinhos de Portugal está de volta ao Rio e a SP com 600 rótulos para provar

Pedro Pena Bastos conta que os pratos da época de Dom Pedro I tinham mais ligação com a gastronomia francesa:

— O que fizemos para essa noite foi tentar separar um pouco essa influência, trazendo para o jantar mais o português e o brasileiros com produtos da época — disse o chef uma estrela Michelin pelo Cura, em Lisboa.

Os dois chefs também trataram de dar jovialidade a um menu que contou com a velha sopa de aspargos de entrada, que ganhou a companhia de ovo poché e ova de peixe curada, além de picles de aspargos. Um dos vinhos servidos na noite foi o Niepoort Batuta 2012.

— Muito do que eles comiam ainda é servido hoje — diz Rafa Costa e Silva, do Lasai, também uma estrela Michelin.

Trilha sonora: Vinhos de Portugal terá shows de Diogo Nogueira, Tiago Nacarato, Fran e do duo Anavitória

O embaixador português disse que pelo comércio do vinho é possível aproximar ainda mais Brasil e Portugal.

— Comércio é cultura. Temos uma história para honrar e reconhecer. E viver o presente olhando para o futuro. E o vinho ajuda nisso — afirmou Ramos, contando que os vinhos portugueses já são o segundo mais importado para o Brasil, perdendo somente para os chilenos.

O jantar contou com a presença de intelectuais, como Merval Pereira, presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), e o jornalista e imortal Zuenir Ventura, o ator português que atua também no Brasil Paulo Rocha, representantes da cultura carioca, como Perfeito Fortuna, e da gastronomia, como o chef João Diamante, além de autoridades, como o secretário de Estado da Casa Civil do Rio, Nicola Maccione. O secretário português de Agricultura, Rui Martinho, foi um dos presentes.

Depois de duas edições realizadas em formato digital por conta do distanciamento necessário para conter a pandemia de Covid-19, o Vinhos de Portugal está de volta ao Brasil. Os ingressos estão à venda no site do evento: vinhosdeportugal2022.com.br

A nona edição traz 81 produtores e 600 rótulos de diferentes regiões vitivinícolas portuguesas. Entre eles estão nomes bem conhecidos dos enófilos brasileiros, como Luis Pato, que estará com seus vinhos no Rio e em São Paulo.

A nona edição de Vinhos de Portugal é uma realização de Público, O Globo e Valor Econômico, em parceria com a ViniPortugal, com a participação do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, com o apoio das Comissões Vitivinícolas do Alentejo, Dão, Península de Setúbal e Lisboa, do Festival EA Live, Mozak e Simcauto ​Veículos, apoio institucional da Coordenação do Bicentenário Independência Brasil – Ministério dos Negócios Estrangeiros – Portugal, local oficial Jockey Club (RJ), local oficial Shopping Cidade Jardim (SP), House of Wine como loja oficial (RJ), rádio oficial CBN e curadoria Out of Paper.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos