Vinte e cinco escolas pisam hoje e amanhã na Intendente Magalhães com o sonho de chegar à Sapucaí

RIO — A “maratona” vai exigir fôlego de atleta e a disputa promete ser acirrada. Mas o endereço do confronto passa longe de estádios esportivos e, embora a briga seja pela escalada no mundo do samba, também não vai terminar na Apoteose. Além do Desfile das Campeãs do Grupo Especial amanhã, a partir de hoje a festa é também na Estrada Intendente Magalhães, que sedia, em duas noites, o desfile das escolas da nova Série Prata.

Terceira divisão da hierarquia dos desfiles, em 2020 o grupo foi chamado de Especial da Intendente e estreia o novo nome este ano. As duas campeãs, uma de sexta-feira e outra de sábado, subirão para a Série Ouro, na Sapucaí, e serão substituídas por Acadêmicos do Cubango e Santa Cruz, rebaixadas deste ano.

Vinte e cinco agremiações se apresentarão nos dois dias — eram 28, mas três se desfiliaram da Superliga, que administra a Série Prata, e se filiaram à Livres. Segundo o presidente da Superliga, Clayton Ferreira, uma escola de cada dia subirá à Série Ouro, e uma de hoje e duas de amanhã serão rebaixadas à Série Bronze.

— Os desfiles seriam na segunda e na terça de carnaval (antes da mudança de datas por conta da pandemia), e muitos integrantes costumam desfilar também no Grupo Especial, então, as escolas de segunda-feira eram sempre desfalcadas. Para equilibrar, decidimos pôr uma vencedora de cada dia. E como houve o desfalque de três escolas, optamos por rebaixar uma do primeiro dia e duas do segundo — explicou Ferreira.

Escolas tradicionais, que já estiveram no Grupo Especial, estão na briga pela volta à Marquês de Sapucaí, como a Acadêmicos da Rocinha, a Caprichosos de Pilares, além da Leão de Nova Iguaçu, a Vila Rica e a Renascer de Jacarepaguá. Outra atração é o “clássico” Flamengo x Botafogo hoje, uma vez que haverá os desfiles da escolas Raça Rubro-Negra e Botafogo Samba Clube.

Mais tradicional da Série Prata, a Caprichosos de Pilares, muitas vezes apontada como a escola de mais belo nome, procura dar a volta por cima depois de anos amargando as divisões inferiores do carnaval. Entre 1983 e 2006, a agremiação só ficou ausente do Grupo Especial uma vez, mas, após o rebaixamento daquele ano, entrou em uma espiral de problemas e foi parar na quinta divisão. Recuperando-se, ela deseja retornar ao palco principal do samba e levará para a Intendente o enredo “Circo Brazuca”, do carnavalesco Bruno de Oliveira.

— O grande dia que tanto esperamos está chegando, a Caprichosos de Pilares está voltando. Nossa escola atravessou momentos difíceis, mas conseguimos chegar até aqui e montamos um carnaval campeão. Estamos resgatando a nossa história e vamos com a força de toda a nossa comunidade fazer esse desfile e chegar de volta à Marquês de Sapucaí — disse o presidente da escola, Carlos Leandro.

Assim como a Caprichosos, a Acadêmicos da Rocinha, que tem duas passagens pelo Especial, em 1997 e 2006, tenta o retorno para o Sambódromo.

— O maior ganho da Acadêmicos da Rocinha nesse carnaval é trazer a comunidade de volta com vontade de vencer e erguer o pavilhão da maior comunidade da América Latina — afirmou o vice-presidente administrativo da escola, Darlan Nascimento.

Tem ‘clássico’ na pista

Uma atração à parte do primeiro dia de desfiles da Série Prata é o encontro entre dois grandes rivais do futebol agora no mundo do samba. A Raça Rubro-Negra, agremiação da maior torcida organizada do Flamengo, será a quarta a entrar avenida hoje. Já a Botafogo Samba Clube encerra a primeira noite de desfiles. E a disputa entre ambas será direta, já que apenas uma escola de cada dia de apresentações irá para a Sapucaí no ano que vem.

Caçula do carnaval, a Raça Rubro-Negra fará sua estreia em desfiles. Em 2021, estava com tudo pronto, mas a pandemia atrasou o debute para este ano. Além da Raça, outras três escolas buscam representar o Flamengo neste carnaval. A Fla Manguaça desfilou no Grupo de Avaliação, no dia 21, enquanto a Imperadores Rubro-Negros desfilará no domingo pelo Grupo B da Livres, mesmo dia em que a Urubu do Samba desfila pelo Grupo C da mesma organização.

Já a Botafogo Samba Clube vai para o seu terceiro carnaval. A Gloriosa, ou Alvinegra, estreou em 2019 já sendo vice-campeã da Série D, a quarta divisão, e neste ano estreará na Série Prata buscando chegar à Marquês de Sapucaí.

Pelos demais times grandes do Rio, também houve representantes. Dos desfiles da Série Bronze, na semana passada, a União Cruzmaltina e a Guerreiros Tricolores desfilaram na Estrada Intendente Magalhães.

Apuração das notas será na terça-feira

Os envelopes com os resultados das notas para as escolas da Série Prata serão abertos na tarde da próxima terça-feira, dia 3, junto com os da Série Bronze e os do Grupo de Avaliação. Assim como em anos anteriores, o Terreirão do Samba, ao lado da Marquês de Sapucaí, no Centro, sediará o evento.

De acordo com o presidente da Superliga, Clayton Ferreira, os quesitos para avaliação das agremiações são os mesmos do Grupo Especial: fantasias, harmonia, comissão de frente, samba-enredo, bateria, alegorias e adereços, enredo, mestre-sala e porta-bandeira, evolução. Já o desempate é pela ordem inversa dos mesmos.

Critérios

Os quesitos de avaliação são os mesmos do Grupo Especial

Entrada gratuita

Com arquibancadas de madeira e sem camarotes, na Estrada Intendente Magalhães, as apresentações das séries Bronze, Prata e Grupo de Avaliação têm entrada gratuita para o público.

Ordem dos desfiles

Hoje, a partir das 21h

1 - Arame de Ricardo

2 - Sereno de Campo Grande

3 - Independente da Praça da Bandeira

4 - Raça Rubro-Negra

5 - Arranco

6 - Independentes de Olaria

7 - Renascer de Jacarepaguá

8 - Império da Uva

9 - Acadêmicos

da Diversidade

10 - Difícil é o Nome

11 - Botafogo Samba Clube

Amanhã a partir das 20h

1 - Alegria da Zona Sul

2 – Rocinha

3 – Villa Rica

4 - Caprichosos de Pilares

5 – União de Jacarepaguá

6 – Leão de Nova Iguaçu

7 – Vila Santa Tereza

8 – Vila Kennedy

9 – União de Maricá

10 – União do Parque Curicica

11 – Rosa de Ouro

12 – Acadêmicos da Abolição

13 – União do Parque Acari

14 – Unidos do Jacarezinho

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos