Violência em protestos elevam tensão entre Parlamento e Maduro

O presidente do Parlamento venezuelano, Julio Borges, denunciou na terça-feira a violência contra manifestantes opositores e a continuação do que chamou de 'golpe de Estado'. Já o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que seguirá no poder e que a direita tentou encher as ruas de 'sangue'.