Viola Davis vai receber prêmio no Festival de Cannes por seu ativismo social e defesa dos direitos das mulheres

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A atriz norte-americana Viola Davis, de 56 anos, vai receber um prêmio especial no Festival de Cinema de Cannes, na França, segundo informou a revista "The Hollywood Reporter". A premiação Kering Women in Motion existe desde 2015 e já coroou personalidades como Jane Fonda, Susan Sarandon, Isabelle Huppert, entre outras.

No anúncio, a Viola foi elogiada pelo ativismo e conquistas, além de lembrar da sua defesa apaixonada pelos direitos das mulheres e das minorias e “pedindo regularmente por uma maior inclusão na indústria cinematográfica e fazendo campanha pela igualdade de gênero".

O jantar das estrelas será no dia 22 de maio e vai ser apresentado pelo presidente e CEO da Kering, François-Henri Pinault, pelo presidente do Festival de Cinema de Cannes, Pierre Lescure, e pelo diretor executivo do festival, Thierry Frambux.

Viola Davis, conhecida por trabalhos como a série "Como defender um assassino" e pelo filme "Um limite entre nós", já ganhou vários prêmios na sua carreira, como um Globo de Ouro, um BAFTA, quatro SAG Awards, dois Tony Awards, um Oscar e um Emmy. Recentemente, ela estreou a série "A primeira dama", em que interpreta a ex-primeira dama dos Estados Unidos Michelle Obama.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos