"O vírus é um bichinho": Mandetta diz como tentou alertar Bolsonaro sobre coronavírus

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro (L) and his Health Minister Luiz Henrique Mandetta sanitize their hands wearing face masks during a press conference related to the new coronavirus, COVID-19, at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil on March 18, 2020. (Photo by Sergio LIMA / AFP) (Photo by SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)

Ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta revelou em entrevista ao canal pago GloboNews como tentou explicar a Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a gravidade da pandemia de coronavírus. Em trecho que viralizou nas redes sociais, o ex-chefe da pasta diz que chegou a chamar o vírus de “bichinho” para o melhor entendimento do presidente.

“Eu expliquei para ele com explicações bem básicas, inclusive algumas até assim: ‘O vírus é um bichinho que entra pelo nariz, tem que tomar cuidado, passa na mão de um para outro’, mas nem isso foi suficiente para que ele entendesse”, afirmou Mandetta na noite de sexta-feira (11).

Leia também

O médico deixou o Ministério da Saúde em 16 de abril, após embates com Bolsonaro sobre a adoção de medidas de isolamento social e a ineficácia de medicamentos como a hidroxicloroquina, defendida pelo presidente.

No lugar, assumiu Nelson Teich, que abandonou o cargo um mês depois pelos mesmos atritos com o chefe do Executivo. Desde setembro, após quatro meses como interino, o general Eduardo Pazuello é o novo titular da Saúde.

De acordo com secretarias estaduais de Saúde, 180.453 brasileiros morreram por coronavírus e 6.836.313 pacientes testaram positivo para Covid-19 desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 52.770 infecções e 652 óbitos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.