Visa lança serviço de criptografia para clientes e comerciantes

·2 min de leitura
A Visa credit card is seen on a computer keyboard in this picture illustration taken September 6, 2017. REUTERS/Philippe Wojazer/Illustration
Visa deve entrar no ramo das criptomoedas e lança serviço de assessoria. Foto: REUTERS/Philippe Wojazer/Illustration
  • Maior processadora de pagamentos do mundo entra no mercado de criptografia;

  • Visa deve lançar serviços que permitirão compra, venda e custódia de moedas digitais;

  • Estudo global mostrou interesse de usuários na criptografia por bancos que a utilizem;

Nesta quarta-feira (8), a Visa, maior processadora de pagamentos do mundo, lançou um serviço global de criptografia para seus clientes bancários e comerciantes na quarta-feira, em meio a cada vez maior adoção de moedas digitais, de acordo com a agência Reuters. Segundo a empresa, a mudança é direcionada a instituições financeiras ansiosas por atrair ou reter clientes com ofertas de criptografia, varejistas que procuram se aprofundar em tokens não fungíveis (NFTs) ou bancos centrais que exploram moedas digitais.

Leia também:

Os serviços da Visa incluem a educação de instituições sobre criptomoedas, permitindo que os clientes usem a rede do processador de pagamentos para ofertas digitais e ajudando a gerenciar operações de back-end. A empresa de cartões deve lançar este ano serviços que permitirão a compra, venda e custódia de moeda digital por meio de seus parceiros bancários, de acordo com a Reuters.

Visa se prepara para permitir que usuários ganhem Bitcoin em compras

Um novo estudo global da Visa mostrou que quase 40% dos proprietários de criptomoedas entrevistados disseram que provavelmente trocariam seu banco principal por um que oferecesse produtos relacionados à criptografia nos próximos 12 meses, o que fez a empresa de processamento de pagamentos se mexer para dar possibilidades aos clientes.

Entre as possíveis novidades devem estar programas de cartão Visa que permitem aos usuários ganhar bitcoin em compras e a rede também permitirá que seu cliente use a USD Coin, uma criptomoeda estável cujo valor está atrelado diretamente ao dólar americano, para liquidar transações em sua rede de pagamento.

Por outro lado, executivos da empresa podem esfriar os ânimos de quem espera uso de criptomoedas com Visa. Segundo o diretor financeiro da Visa, Vasant Prabhu, disse à agência Reuters: "para criptomoedas como o bitcoin serem usadas como meio de troca, a estabilidade de preços é necessária", disse. Prabhu ainda completou: "Se o preço vai flutuar de 60 mil dólares para 50 mil dólares em algumas horas, é muito difícil para um comerciante aceitar (bitcoin) como moeda".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos