Vitória de Biden é "boa notícia" para UE, diz líder espanhol

·1 minuto de leitura
O presidente Pedro Sánchez, durante o debate da moção de censura no Congresso dos Deputados espanhol, em Madri
O presidente Pedro Sánchez, durante o debate da moção de censura no Congresso dos Deputados espanhol, em Madri

O chefe do governo espanhol, o socialista Pedro Sánchez, comemorou nesta terça-feira(17) a vitória de Joe Biden nas eleições americanas, garantindo que se trata de "uma notícia muito boa para a Espanha e para a União Europeia".

O democrata, que substituirá o republicano Donald Trump em janeiro, é visto como mais próximo da Europa e mais favorável ao multilateralismo no comércio e nas relações internacionais.

"Penso que esta é uma notícia muito boa para a Espanha e para a União Europeia, após quatro anos complexos e difíceis que tivemos com o governo cessante, com o governo Trump", disse Sánchez no Senado quando questionado sobre as eleições dos Estados Unidos.

O dirigente socialista lembrou que Trump decretou “reajustes tarifários que afetaram setores importantes da economia como o agronegócio”.

"Acho que todos estamos bem cientes do que aconteceu nos últimos quatro anos com o governo dos Estados Unidos no relacionamento com a União Europeia", acrescentou.

A Espanha é a maior produtora mundial de azeitonas e azeite, setor que foi fortemente impactado quando Washington impôs tarifas de 35% sobre as azeitonas pretas espanholas em 2018, por serem muito baratas e se beneficiarem de subsídios injustos que prejudicam produtores americanos.

A administração Trump também impôs tarifas sobre vários produtos agrícolas europeus, incluindo o azeite espanhol, vinho e queijo, como parte de sua luta comercial contra os subsídios recebidos pela fabricante de aeronaves Airbus.

Com o republicano na Casa Branca, os Estados Unidos também aumentaram os impostos sobre o aço e o alumínio da União Europeia e ameaçaram constantemente taxar as importações da poderosa indústria automobilística alemã.

ds/dbh/mb/cc